Auxílio Cesta Básica

Devido ao grande número de casos da pandemia no Brasil os governos estaduais e municipais seguem ajudando a população com benefícios sociais.

O Auxílio Cesta Básica é um dos exemplos de assistência criado em 2021.

O Auxílio Cesta Básica não é um programa do governo federal, o auxílio cesta foi idealizado como iniciativa individual de alguns governos estaduais para combater a fome em decorrência da pandemia e para distribuir cestas básicas e kits de higiene para famílias em situação de vulnerabilidade social.


⚠️ Confira no final deste texto em qual região o benefício foi renovado e como vão seguir as distribuições dos benefícios nos próximos meses.

QUEM TEM DIREITO AO BENEFÍCIO?

Entre os beneficiários devem estar incluídas famílias inscritas no Cadastro Único. – O CadÚnico para Programas Sociais  é um instrumento do Governo Federal de identificação e caracterização socioeconômica das famílias de baixa renda.

Estar inscrito no CadÚnico facilita que essas famílias recebam benefícios oferecidos pelos Governos do Estados.

Para saber se está inscrita no CadÚnico, a família pode acessar os canais oficiais:

1) Site do Governo > Cadastro Único

2) Telefone do Gov.BR: 0800 707 2003

3) Aplicativos Oficiais Meu CadÚnico: Google Play Apple Store

 

 


QUAIS ESTADOS JÁ LIBERARAM O BENEFÍCIO?

📍 OBS: De acordo com sua cidade pode existir alguma regra diferente para solicitação deste benefício, então, será necessário consultar a unidade do CRAS da sua cidade, exemplo, SP, RJ, MG, CE e PE estão explicados abaixo:

 

 

Auxílio Cesta Básica – SP 

Governo de SP anuncia distribuição de 50 mil cartões alimentação de R$ 100 para famílias vulneráveis do estado

O benefício poderá ser usado diretamente nos supermercados de SP para compra de alimentos, frutas, legumes e verduras.

As famílias contempladas são as que apresentam maior vulnerabilidade social, de acordo com o Cadastro Único (CadÚnico) de benefícios sociais.

Atualmente, o governo estadual distribui cerca de 2 milhões de cestas básicas mensalmente para famílias em situação de vulnerabilidade.

No mês em que receberem o cartão, as 50 mil famílias não irão receber a cesta física fechada, informou a secretaria.

Os cartões serão destinados à compra exclusiva de alimentos e itens de primeira necessidade, sendo vedada a compra de bebidas alcóolicas e produtos derivados do tabaco, como acontece com os cartões alimentação distribuídos por empresas privadas aos empregados.


Auxílio Cesta Básica – RJ 

Foi confirmado que o Auxílio Cesta Básica RJ em Niterói segue sendo pago no seu valor integral de R$ 500.

Para confirmar se você será contemplado, confira os requisitos:

• Famílias que não estão no CadÚnico e possuem filhos matriculados na rede municipal recebem mais uma parcela de R$ 500 (agosto);

• As famílias com filhos matriculados passam a receber cesta básica em Niterói a partir de setembro (até o fim do ano letivo);

• Beneficiários do Busca Ativa também vão ter auxílio por mais dois meses;

• MEIs, taxistas e cadastrados no Empresa Cidadã vão ter a última parcela em julho.

Para saber se a sua inscrição está feita, faça a consulta do Renda Básica RJ.

Para isso é só seguir os passos abaixo:

1) Acesse o site do Renda Básica Niterói (www.niteroi.rj.gov.br/rendabasica);

2) Quem não conseguir verificar pelo site pode mandar um SMS com o CPF do responsável do aluno para o número 28047 para ter mais informações.

 


Auxílio Cesta Básica – MG 

Pessoas em vulnerabilidade social terão direito a resgatar cestas básicas e kits de higiene em supermercados de Belo Horizonte. No total, a prefeitura informa que serão distribuídas 240 mil cestas básicas e 57 mil kits de higiene.

A consulta de quem tem direito ao benefício deverá ser feita pela internet, por meio do portal da prefeitura (clique aqui para acessar) a partir desta terça-feira (7).

No site, a pessoa – usando o primeiro nome e o CPF do responsável pelo cadastro ou licenciamento de atividade informal – saberá onde resgatar os alimentos e produtos, conforme escala definida pela prefeitura.

 


Auxílio Cesta Básica – CE 

O benefício é destinado a 150 mil famílias de feirantes, ambulantes, guias turísticos, trabalhadores do transporte complementar e escolar, taxistas, mototaxistas e bugueiros prejudicados pelos efeitos da pandemia.

Todos os beneficiários receberão um cartão-alimentação no valor de R$ 200 pagos em duas parcelas.

O valor será depositado em um cartão, durante dois meses, sendo R$ 100 a cada mês. A intenção é que o benefício possa ser utilizado nos comércios locais.

A inscrição pode ser feita em formulário disponível no site da Secretaria da Proteção Social (SPS).


Auxílio Cesta Básica – PE 

O cadastro de profissionais no Auxílio Cesta Básica, benefício que oferece R$ 200 a quem teve a renda reduzida em razão da pandemia.

As inscrições ao programa devem ser feitas pelo site da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Ceará (SPS).

Ao todo, 150 mil profissionais poderão receber o benefício para compra de alimentos. O pagamento será feito por cartão alimentação e em duas parcelas de R$ 100.